Dor de dente: principais causas

Muita gente concorda que sentir dor de dente é uma experiência bem desconfortável, não é mesmo? Normalmente, o sintoma surge quando há algo que não vai bem no organismo, o que indica a necessidade de buscar por atendimento de um especialista.

Enquanto algumas dores são mais intensas, outras não passam de um incômodo momentâneo ou recorrente. Contudo, a dor de dente não deve ser ignorada. Não passar por uma avaliaçãopode acentuar ainda mais a dor, representando sério risco à saúde bucal.

Técnicas de prevenção podem ser adotadas para evitar esse tipo de problema, tais como a escovação diária, o uso do fio dental e a profilaxia dental. Porém, em primeiro lugar é importante compreender quais as possíveis causas de uma dor de dente. Leia o artigo abaixo e saiba tudo sobre esse tema. Confira!

Qual a causa de uma dor de dente?

Na maioria dos casos, a dor de dente se inicia de forma leve, como um simples incômodo na região, que vai se agravando até se tornar insuportável. Isso não significa que toda dor no dente atinge o estágio mais avançado, pelo contrário, muitas vezes, o sintoma representa uma sensibilidade momentânea, que logo desaparece com o tempo.

A dor começa a se tornar incômoda quando atinge a polpa do dente, ou seja, a estrutura dentária interna, formada por um tecido que estabelece a sua vitalidade, composto de células do tecido conjuntivo, fibras, vasos sanguíneos e nervos, o que torna a polpa a parte mais sensível do dente.

A dor de dente pode estar associada a diferentes problemas de saúde. Veja alguns exemplos:

Presença de cáries

Não tem como falar em dor de dente e não associá-la às cáries. Tais infecções são causadas pelo acúmulo de bactérias, que é responsável pelo desgaste dos dentes, de forma gradual. É uma das doenças mais comuns do mundo.

As bactérias que vivem na boca podem se agrupar nos dentes, o que é chamada de placa bacteriana. Ela pode ser formada entre os dentes, ao redor de restaurações ou próteses dentárias, ou ainda, perto da gengiva.

Infecções precoces não costumam trazer dor ao paciente, no entanto, quando não tratada a cárie pode aumentar a sensibilidade dos dentes, principalmente após o consumo de bebidas e alimentos doces, quentes e frios.

Sensibilidade nos dentes

Conviver com a sensibilidade dental pode ocasionar desconforto em muitos momentos. Ela acomete o paciente quando ele consome alimentos ácidos, doces ou que estão em uma certa temperatura. Contudo, a dor tende a desaparecer pouco tempo depois.

A sensibilidade acontece quando há desgaste do dente, que perde um pouco do esmalte e deixa exposta a dentina, parte inferior mais vulnerável do dente. Entre os principais motivos do desgaste está o bruxismo, uma atividade parafuncional caracterizada pelo apertamento ou ranger de dentes.

Existem diversas ações que auxiliam no combate à sensibilidade dental, tais como, uso de creme dental com alta concentração de flúor, utilização de moldes bucais com espuma, gel ou flúor, oferecidos em consultório, entre outras. Lembrando que é essencial que você busque por atendimento de um profissional competente, como o dentista Ipiranga, capaz de indicar a alternativa ideal para o seu caso.

Doenças na gengiva

Tanto a gengivite quanto a periodontite são doenças que atingem os tecidos da boca. A gengivite ocorre devido à presença de placa bacteriana próxima à gengiva. A proliferação de bactérias nessa região pode ocasionar o aparecimento de tártaro e cárie.

Entre os principais sintomas da gengivite estão o inchaço, vermelhidão ao redor da região afetada e sangramento. Quando não cuidada, a gengivite pode se transformar em caso de periodontite. Nesse estágio mais avançado, o paciente pode se queixar de dores, possuir um mau hálito constante e ainda perceber dentes mais alongados, devido à retração gengival.

A periodontite pode significar perda dentária, sendo que há possibilidade da destruição da raiz do dente. Com o desgaste do osso, as chances de perder os dentes aumenta, o que afeta diretamente a fala e a mastigação do indivíduo.

Como forma de prevenir esse quadro, é recomendado se atentar à higiene bucal, a partir da escovação e do uso do fio dental. Também fique atento aos sinais, eles alertam quando é necessário ir ao dentista. O profissional poderá lhe indicar o tratamento para gengivite, com cuidado e segurança.

Conclusão

Espero que tenha ficado claro as principais causas de uma dor de dente. O incômodo pode ser resultado de uma cárie, gengivite, ou ainda, da sensibilidade presente nos dentes. Portanto, se atente aos sinais, e caso necessário, busque por auxílio em um consultório ou clínica odontológica ipiranga .

Uma clínica dedentista São Paulo é capaz de oferecer os melhores tratamentos odontológicos do mercado. Trabalho com procedimentos para fins estéticos, como clareamento dental e lente de contato dental. Além da atuação em tratamento de canal, extração de siso,profilaxia dental e outros processos das diversas especialidades da Odontologia.

Related Post